O Que é a Psicoterapia Corporal?

Há muitos anos atrás procurei psicoterapia. Encaminhada pelo meu médico de família, encontrei o que precisava, mas não sabia: uma psicoterapeuta corporal. Enquanto me fui transformando no meu processo de cura, desenvolvimento e encontro comigo mesma, fui me enamorando pelo método, pelo contacto. No entanto e na altura eu estava numa área diferente. Então estudei, estudei, estudei… Estudei muito. É uma área na qual temos de investir muito do nosso tempo, presença e dinheiro, claro. Tornei-me psicoterapeuta corporal e a cada dia que passa, a cada sessão que decorre, sinto-me no lugar certo. E que lugar é este? O que é isto da psicoterapia corporal?

A Psicoterapia Corporal é uma terapia do ramo das psicoterapias humanistas e tem várias especializações. De uma forma geral, a Psicoterapia Corporal, para além de incluir métodos terapêuticos de verbalização, inclui o corpo. Isto significa que o corpo é ouvido e considerado não só como uma ferramenta, mas como uma fonte de informação sobre os desafios que o cliente traz. Nesta psicoterapia analisamos o corpo que chega, que comunica para além da palavra. Estamos atentos aos gestos, à forma como o cliente se coloca e, no fundo, à forma como o corpo “fala”.

Se em algum momento da nossa vida aconteceu algo não saudável, o movimento fica de alguma forma suspenso. Na psicoterapia corporal pretende-se recuperar o sentido de segurança para que o corpo recupere o seu movimento natural, saudável e que foi interrompido no passado.

A área em que me formei é a Psicoterapia Corporal em Biossíntese. Na Biossíntese existe uma abordagem inteira do ser humano, ou seja, vê-o como um todo. É uma psicoterapia com uma abordagem multidimensional do ser humano: o seu corpo, emoções, sexualidade, crenças, desejos, necessidades, sonhos, sua história, família, relações… Tudo isto é olhado e considerado de forma integrada. Reconhece-se a qualidade única do indivíduo e a variedade do desenvolvimento decorrente do seu processo: cada pessoa é única e cada processo terapêutico é singular. Assim, a Biossíntese é igualmente uma forma de autodesenvolvimento baseada no processo de evolução do indivíduo.

Esta psicoterapia orientada para o corpo, baseia-se na ideia de que o corpo está presente, é parte vital e faz parte da terapia, seja o corpo do paciente como o do terapeuta. Contudo, ela engloba muito mais do que o corpo ao introduzir também a importância de várias facetas com ele relacionadas como por exemplo as posturas, o movimento, as sensações, etc.. Mas cada psicoterapia corporal tem as suas características, e na Biossíntese esse trabalho pode ser mais subtil e sem toque.

Aquilo que se procura é também o reestabelecimento do fluxo entre o pensar, sentir e agir. Quantas vezes ficamos presos na nossa mente, em pensamentos repetitivos e não conseguimos agir? Quem não passou por momentos em que agiu sem pensar ou guardou as emoções para si? Como viver com aquele lado nosso que faz tudo sem pensar e sem ponderar as coisas?

Dúvidas | Informações | Marcação de consultas = contacte-me por mensagem ou e-mail (psicorporal.bio@gmail.com)