Uma questão de perspetiva…


“Um homem não pode regressar. Ele pensa que sim, mas outras coisas se passaram na sua vida. Tem novas ideias, novos amigos e novas ligações. Não pertence ao seu passado, excepto pelo facto de que o passado terá deixado, talvez, marcas nele.” – Charles Chaplin O que Chaplin nos transmite é a ideia de que, se nos afastarmos durante uma…

O Urso e a sua ansiedade


A ansiedade é um peso que nos agarra, que nos aperta e que não nos deixa respirar. É como um urso que não mata mas fica agarrado a nós de uma forma sufocante. É difícil domar este urso, fazer amizade com ele. Ele não nos olha na cara, apenas sentimos que ele está lá, sentimos o aperto na barriga, o…

Crises e transições


Ultrapassámos o meio do ano e surge a sensação de que corremos a galope para algum lado, sem sabermos muito bem para onde. Por vezes, em determinadas alturas do ano ou fases da nossa vida, passamos por momentos nos quais nos sentimos em crise. São momentos em que nos agarramos a padrões de pensamento e a comportamentos velhos que já…

Mudar de sítio (adaptar)


“Eu aprendi a andar, desde então deixei de esperar que me empurrassem para mudar de sítio” – Nietzsche em Assim falava Zaratustra Esta frase fala da aprendizagem, fase fulcral mas que ainda nos deixa dependentes. Ainda assim, é o caminho para a independência. Aprender a andar permite-nos ser autónomos. Calcorreamos os caminhos que queremos e criamos o nosso ser. Somos…

A decisão de ter um filho


A Mãe carrega um filho dentro de si durante nove meses e mais uns pozinhos. Depois de nascerem, os filhos continuam a ser carregados durante uma vida. Não é necessariamente mais fácil, nem mais leve. Os pesos são diferentes e as formas de pesar também. Em alguns casos há um Pai presente que compõe a tríade e completa esta balança,…

Ansiedades


Todas as nossas emoções têm um objetivo e uma funcionalidade, elas são adaptativas. Se pensarmos na raiva, ela pode ser o motor que nos leva a fazer algo, que nos impele ao movimento. A tristeza permite a expressão de algo difícil e a sua mobilização para fora de nós, e a ansiedade e o medo também tem funções muito importantes.…

As pessoas mudam?


Há muito tempo atrás ouvi a frase “as pessoas não mudam, revelam-se”. O facto de uma pessoa mudar ou não, seja o seu comportamento, atitudes, forma de lidar com os outros, sempre obteve algum fascínio por parte do ser humano. Nas relações pessoais queremos sempre entrar no entendimento do outro e, quem sabe, moldá-lo para aquilo que queremos ou precisamos.…

Fazer por nós


Talvez o gesto mais altruísta seja o “fazer” por nós. Quando trabalhamos o nosso lado mais sombrio criamos espaço para novas emoções, emoções essas mais positivas e mais benéficas para nós e para os outros que nos rodeiam. Ao atingirmos um patamar de tranquilidade podemos assumir uma nova expressão de nós mesmos. Esta nova expressão afectará mais o outro do…

Aprender a confiar


O ser humano vive em relação. Desde que nascemos que precisamos do outro. Para sobreviver, o bebé confia que é nutrido, tanto com a alimentação como com o amor. Aos poucos vai ganhando as suas asas e percebendo que pode fazer pequenas viagens: pode ir e voltar, que os seus cuidadores estão lá. Aprende a confiar que o pode fazer,…

Des-relações


Tomar a decisão de terminar uma relação e cumprir efectivamente a esse movimento, é de uma dificuldade imensa. Aparentemente, as relações são infelizes mas tenta-se salvar essa ligação até às últimas consequências. E os motivos são muitos: filhos, ter medo de ficar sozinho, ter medo de saltar para o desconhecido, entre outros. Por vezes vemos perto de nós, casamentos e…